Médicos sem Fronteiras!

Médicos sem Fronteiras!
Médicos sem Fronteiras! Doe 30 reais por mês...

Canal do Gaaia no youtube!

Loading...

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Sobre o novo código florestal.

Sobre o novo Código florestal/vejam bem o que vai ser aprovado!


Das tantas asneiras que ouvi de Deputados da bancada ruralista ,a que ouvi durante o programa A Voz do Brasil desta quarta 16 de junho, foi a que me deixou mais revoltado. Um Deputado, cujo nome não consegui escutar, comentou que biólogos, haviam dito que uma área de mata, com dois ou três hectares, não tem importância para o ecossistema, e que não teria fundamento preserva-las. Segundo ele, só deixaria o pequeno agricultor com menos terras para plantar.



Achei isso um absurdo. Temos que prestar atenção na bancada ruralista. O que seus integrantes querem é poder mexer nas pequenas matas que ainda há no Rio Grande do Sul, que mantêm inúmeras espécies de aves, mamíferos e primatas.



Estes seres vivem junto às lavouras aqui na região e utilizam a mata nativa para á reprodução e refúgio. Meu pai foi agricultor e sabe da dificuldade que é trabalhar na agricultura, mas poucos pensam como ele. Aqui em Candelária, Cerro Branco, Novo Cabrais,Santa Cruz do Sul,enfim,toda essa região é fumageira.Se nossos agricultores não tivessem receio da fiscalização do IBAMA, que aqui nem é muito eficaz, já tinham devastado até os morros, para plantarem fumo.



As espécies em extinção no Rio Grande do Sul vivem em pequenos capões, mata ciliar de arroios. A lei deveria obrigar a manter estas pequenas áreas de matas que ainda refugiam milhares de espécies da nossa flora e fauna. Desde que começamos a trabalhar na fundação de uma ONG aqui na cidade vi o quanto são importante estes pequenos pedaços de mata, mesmo que não se liguem uns com os outros. As aves, os mamíferos,e os primatas sempre "arrumam um jeito "para se alimentar,apesar das dificuldades,mas com a devastação das arvores frutíferas nativas,isto se torna cada vez mais difícil.Se a bancada ruralista tornar mais branda,aqui na região haverá um massacre sem volta.



Pelo amor de Deus, não tornem o Código Florestal mais brando,fortaleçam-no.Só quem vê o desmatamento aqui no interior do Rio Grande do Sul,e sabe da importância de uma pequena mata para a fauna Brasileira, sabe do valor de um Código Florestal rígido e com desmatamento zero.







Marcelo Coimbra da Silva-Coordenador do GAAIA(Grupo de Apoio,Ações e Ideias Ambientais)-Candelária/RS.